• Heloísa Cipriano

Além das Trilhas: This is Us


Contar uma história exige elementos. Numa composição audiovisual, então, há ainda mais deles. Imagens, grafismos… e pra quem acha que arte não tem matemática, se engana: mixagem de som e efeitos visuais reúnem, por exemplo, engenheiros que entendem de conceitos sobre vídeo digital e sobreposição de imagens. Uma importante ferramenta para contar uma história de forma cadente e especial é a música. Trilhas sonoras são histórias. E ao meu ver todo projeto que reúne imagem precisa de uma música para a história se tornar mais interessante.


É por isso que nesta coluna, você vai ficar por dentro de como a música anda de mãos dadas com o cinema e a TV. Esse é o primeiro post da nova coluna Além das Trilhas, da Sidetrack Magazine. Vamos começar essa jornada então com uma série que acaba de finalizar a quarta temporada (e nem precisou interromper gravações por conta do novo coronavírus, para a alegria de seus fãs!): vamos embarcar na história além da trilha de This is Us.





O fã de This is Us gosta de drama. MUITO drama. Reunir lencinhos pra assistir This is Us é uma atividade recorrente, e se você quer maratonar uma temporada saiba que no dia seguinte estará com os olhos inchados de tanta emoção por ter acompanhado a história da família Pearson e personagens que se envolvem com ela. Para acompanhar as histórias de Rebecca, Jack e do grande trio Kevin, Kate e Randall, é preciso de uma trilha sonora que envolva vários gêneros musicais diferentes (já que os três irmãos, apesar de nascidos no mesmo dia, têm personalidades completamente opostas). Quem sabe trazer essa diversidade da forma mais sensível e simples que a série pede é o compositor Siddhartha Khosla. O artista, que também trabalhou recentemente na trilha sonora de Marvel's Runaways e The Royals, é cantor, compositor e produtor (!) da banda de indie rock Goldspot. Sua banda já recebeu aclamação da crítica especializada pelo álbum de estreia Taily of the Yes Men. Além disso, em 2019, ele recebeu sua primeira indicação ao Emmy de Melhor Composição Musical para Uma Série (Trilha Sonora Original) pelo seu trabalho no episódio Songbird Road Part 1 de This is Us.




Os momentos delicados são embalados por canções escolhidas a dedo, e a história se torna bem mais emocionante, um verdadeiro carrossel de sensações. Exemplos são:


1. No episódio piloto da série, a primeira canção já começa a tocar logo nas primeiras cenas. Death with my Dignity, de Sufjan Stevens, traz a serenidade nas cenas em que Rebecca, grávida de trigêmeos, comemora o aniversário do marido, Jack, junto a ele (mesma cena que Milo Ventimiglia deixa a gente sem ar ( ͡° ͜ʖ ͡°) ). As cenas seguintes nos apresentam cada irmão e uma surpresa que cada um enfrenta ao longo da temporada; então, a música de Sufjan Stevens, ao mesmo tempo que é serena, tem uma letra “ansiosa”, o que cabe perfeitamente às nossas emoções como telespectadores; com o combo de que no final, a bolsa de Rebecca estoura e aqui começa a nossa jornada por momentos inesperados que This is Us proporciona.



O grande trio. (Foto: Reprodução / National Broadcasting Company)

2. O episódio 16º da primeira temporada, Memphis, é sem dúvidas um dos que particularmente está guardadinho, trancado a sete chaves no meu coração. É o episódio que descobrimos muito sobre a história do pai biológico de Randall. William, interpretado pelo veterano Ron Cephas Jones, é um homem que sofreu muito. Não pretendo entregar spoilers nessa coluna, principalmente na estreia dela! Então a única coisa que posso passar aqui sem dar muitos detalhes é de que todas as canções, desde as escolhidas até as instrumentais de Siddharta Khosla, são cuidadosamente pensadas para se encaixar na história de William. A que mais gosto é My Honey and Me, de The Emotions, mostrando o cotidiano de William quando jovem.



Randall e William no episódio Memphis. (Foto: Reprodução / National Broadcasting Company)

3. No episódio Clouds, o 15º da quarta temporada, somos embalados pela folk Our House, de Crosby, Stills, Nash and Young. Aqui fica evidente como a música é um elemento fantástico pra se contar uma história: ela passa no final do episódio, em flashbacks e flashforwards envolvendo Rebecca e Kate. Novamente, não posso dar detalhes da vida de Kate nesse episódio, mas é lindo como a canção, uma das que Rebecca mais admirava quando jovem, se mistura na perspectiva de vida da filha. E This is Us tem essa peculiaridade de transpassar uma mesma canção em diferentes cenas sem parecer clichê. Na verdade, esse recurso agrega valor ainda mais às histórias interligadas da família mais fofa da história da teledramaturgia norte-americana (sem dúvidas). Ah, e bônus: o sucesso de uma canção também é feito através de projetos audiovisuais. Só com a passagem da canção do grupo de 1968 na série atual dos anos 2010, ela ficou entre as 25 primeiras no gráfico de vendas do iTunes nos EUA. O episódio passou numa terça-feira, e às duas horas da manhã de quinta-feira da mesma semana, chegou ao 21º lugar na lista de todos os gêneros.


Rebecca e Kevin, no episódio Clouds. (Foto: Reprodução / National Broadcasting Company)

Vêm embaladas às músicas escolhidas as que são interpretadas e compostas por Mandy Moore (Rebecca) e Chrissy Metz (Kate). Rebecca era uma grande cantora, que sonhava por sua carreira crescer quando jovem; mas, quando conhece Jack, começa a priorizar outros sonhos, e vira uma baita de uma mãezona. Sua filha, Kate, herdou seu talento para cantar, e com o passar das temporadas descobrimos esses lados das duas. Uma dica: ouça Willin’, composta por Mandy Moore para a série.


Dicazinha Além das Trilhas para This is Us


Vai amar a trilha sonora de This is Us quem gosta de acústicos, canções leves e letras reconfortantes, além de canções folk mais antigas.


Pra quem não assistiu This is Us ainda, enquanto a quinta temporada não chega, corre pra assistir as quatro primeiras com puro amor, ternura e sofrência! Tem uma sugestão de filme ou série para analisarmos? Comenta aí pra gente que venho com a pipoca e os ouvidos à postos para compartilhar. Até a próxima!

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Spotify
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone Pinterest
  • Preto Ícone Flickr

© Sidetrack Magazine