• Lourranny Parente

Especial Festival Bem Ali: Indxxr


© Breno Bardo

Representando o Trap Tocantinense, a Indxxr fecha a noite de Bem ali neste sábado,19. A banda formada por Arthur Lunar, CEO (Wagner Filho) e Dallag (Rafael), é veterana no festival. Esta é a terceira vez que o grupo faz parte do line-up do Bem Ali, e é possível dizer que os dois cresceram juntos e participam da história um do outro. A Indxxr, anteriormente conhecida como Reggae Indoor, esteve em duas edições do Bem Ali. Neste período a banda tinha uma sonoridade diferente, com mais influência do Reggae, mas o último single da fase Reggae Indoor, Guerreiro do Araguaia, já dava um gostinho do que estava por vir: Uma banda repaginada, com nova formação, identidade visual e com um som novinho em folha e moderno, o Trap.


Isso aqui não é show biz, é bem mais é Tocantins Cuida do seu nariz! cerradão é mais feliz. Guerreiro do Araguaia, Indxxr

Em 2018, já em nova fase, a Indxxr lançou seu primeiro EP intitulado Supernova com cinco faixas incluindo Introdução e Interlúdio. O EP conta com a faixa-título chamada Supernova, a música apresenta a banda e a nova fase do grupo e fala também sobre dar muito duro para alcançar os objetivos desejados, passando por O Mínimo, que continua contando sobre essa caminhada árdua de conseguir vencer com muita luta enquanto também critica o desamparo do governo, e encerra com Deselegante que, mais do que tudo, é um pedido de respeito.


O EP é muito, tipo, ah eu quero minhas coisas e se tu não me respeita o problema é teu [...]. O Mínimo, Indxxr

Esse é o primeiro ano em que a banda participará do festival como Indxxr e mostrando seu trabalho novo. Eles foram escalados para o time de atrações de uma forma especial, pelo voto popular na seletiva realizada pela produtora Árvore Seca, organizadora do Bem Ali, e se destacaram como o grupo mais votado da noite. Se o povo clama por Indxxr, então, o povo terá. Confira a entrevista que nós da Sidetrack fizemos com a banda, eles falam um pouco sobre projetos e o que podemos esperar da apresentação.

SDTK: A Indxxr foi a banda escolhida em primeiro lugar pelo voto popular. Como é para vocês perceber esse reconhecimento?


Indxxr: Gratificante demais, qualquer pessoa artista ou não, se sente realizado quando um trabalho é reconhecido. Ver o público pulando, sentir a energia que as pessoas emanam é surreal, principalmente por um trabalho que é estudado e lapidado por nós diariamente seja enclausurado no estúdio ou e um show no festival F*DA igual o BEM ALI.


© Breno Bardo

SDTK: O EP Supernova fez aniversário este ano e é um trabalho incrível que mostra bem a nova fase da banda. Podemos esperar um projeto novo para 2020?


Indxxr: Então, esse ano na verdade, o que a gente tá pegando a manha é a parte do audiovisual, nós começamos a trabalhar isso nesse ano de 2019, provavelmente as maiores novidades que irão acontecer serão nessa área.


SDTK: Em algumas letras dá para perceber um tom mais crítico sobre problemas sociais. O cenário político atual do país ou do Tocantins são temas inspirações para a banda? Quais são as inspirações de vocês na hora de compor?


Indxxr: Sim, Rap é isso falar sobre questões sociais da nossa realidade que alguns outros gêneros se preocupam menos, até mesmo quando fazemos música pra festa,”balada” ou músicas que mesmo falando de amor nos colocamos de forma sutil ou escancarada coisas que geralmente não tem, acreditamos que música é instrumento de mudança então usamos essa ferramenta pra tocar quem nos escuta, De Volta às Ruas é uma música nossa que tem uma crítica social foda sobre reintegração do encarcerado de forma didática falamos sobre erros e melhorias com os mesmos…Don L , Tom zé, Igor Kannario, trippie redd, Travis scott são referências pra compor tanto a música quanto conceito e estética de um trabalho.


© Breno Bardo

SDTK: A Indxxr é uma das atrações mais aguardadas da noite e vai fechar o line-up este ano. O que podemos esperar da apresentação de vocês no festival? Será que veremos reggae também nesse show?


Indxxr: O que vocês podem esperar de nós é muita energia no palco, preparação pra o que nos propusemos a fazer muito bate cabeça e sim vai ter de tudo um pouco, algumas releituras mas contamos com cada guerreiro do Araguaia pra estar no front conosco!


Para informações sobre ingressos, acesse o site do evento aqui.

SDTK
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Spotify
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone Pinterest
  • Preto Ícone Flickr

© Sidetrack Magazine