LEIA TAMBÉM

  • Anna Clara Fonseca

LIVE REVIEW: TRISS @ The House, São Paulo

Atualizado: Jun 27

"A banda TRISS precisa de mais fãs como os daquele domingo e o mundo precisa da energia e força do TRISS."


Em dias confusos e gélidos, música é tudo o que nosso coração precisa. Alguém deve ter tido em algum momento da história, senão sou a primeira a assumir isso sem covardia alguma. Essa será nossa terceira Live Review e assim como o anterior, o frio esteve lá novamente, dando seu parecer importuno, contudo não abalou a inesquecível energia que a banda TRISS deixou no seu último show (não menos importante) em solo brasileiro.


Foto por Anna Clara Fonseca

Depois de dois efetivos shows no Festival COMA (02 e 03 de agosto), a banda TRISS aterrissou em São Paulo para fechar a visita com chave de ouro. O show ocorreu no bairro do Bom Retiro, na The House, na noite do dia 04 de agosto. O ambiente era aconchegante e intimo, o que acabou deixando o público ainda mais próximo da banda. Algumas pessoas os conheciam de ouvir uma música ou outra, mas a maioria estava curiosa sobre eles. Estavam ali para conhecê-los e decididos a apreciar seja lá o que eles tinham para apresentar: esse foi o pensamento de Bruna, espectadora e apoiadora da cultura coreana aqui no Brasil.


O maravilhamento começou quando eles subiram ao palco ao som da aclamada Science And Fiction. A energia que eles transmitiam naquele momento harmonizava com a iluminação colorida e forte, conquistando a atenção de todos. A vestimenta dos integrantes era bastante unica, apostando em cores fortes como vermelho e rosa, transmitindo originalidade.


Daisy estava maravilhada com nosso acolhimento afetuoso, disse que não queria voltar para Coreia e que sentiria falta de nós (também sentiremos). Logo em seguida, Time Is Now, ala New Order, começou, fazendo a galera dançar e se divertir. Idiot foi a próxima e Loser veio juntamente com uma explicação da banda. Eles esclareceram que o nome da música não significa ser um loser de fato, e sim, ter orgulho de você.


Foto: Anna Clara Fonseca

Eles conversaram com a platéia o tempo todo, disseram que demoraram muito para chegar aqui no Brasil, mas que estava valendo a pena cada segundo. Acrescentaram também como nosso país é grande (a Coreia é um pais pequeno) e como somos sortudos por vivermos nele. Estavam animados, se divertindo com os fãs, encontraram uma segunda casa nos corações daquela galera.


A quinta música foi Body And Soul, os elementos sintetizados foram manisfestados logo de cara e corpos e almas fluíram, sendo levados juntamente com a música, assim como diz na canção.





Foto: Anna Clara Fonseca

Em Golden City, pediram colocarem luzes coloridas e para o pessoal que estavam na pista se aproximar e dançar. Foi um belo momento. Analisando essa ocasião, pude notar a calma no coração de todos os presentes. Não havia gritos histéricos ou choros impetuosos, estavam apreciando música, aproveitando-a em sua melhor forma.


A banda deixou o palco por alguns minutos para Daisy nos presentar com seu trabalho solo e muito animada acrescentou querer ser nossa melhor amiga. Para surpresa dos fãs, eles cantaram DNA do grupo BTS, com um arranjo especialíssimo da banda. Um presente a nós.



Rolly Rolly foi um dos momentos mais esperados da noite e fez todos dançaram conforme a dancinha do #RollyRollyChallenge. A ultima música foi Breaking Star, tocada poucas vezes ao vivo. O som tem um "quê" de união, perfeita para cantar o refrão gritando com seu amigo, transformando o momento ainda mais singular. Quando se foram, o público se uniu pelo encore, que foi atendida com Come Into Life e arremataram a noite de forma primorosa e inesquecível.


Foi bonito de ver a felicidade do vocalista HyunDeok, que nos contou como somos intensos e verdadeiramente felizes. A poderosa força do baterista YoungKwon, o brilho nos olhos do baixista MinKyu e a graciosidade inigualável de Daisy. A banda TRISS precisa de mais fãs como os daquele domingo e o mundo precisa da energia e força do TRISS.


Quer saber mais sobre eles? É só clicar aqui!

SIGA-NOS NO INSTAGRAM!

Estamos ouvindo!

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Spotify
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone Pinterest
  • Preto Ícone Flickr

© Sidetrack Magazine