• Bárbara Bigas

REVIEW: “Hot Sauce” é o full álbum pouco marcante do NCT DREAM


Nesse álbum, notamos que o grupo finalmente alcançou certo conforto e estabilidade em seu próprio trabalho, demonstrando toda a maturidade que alcançaram nos últimos anos. Mas isso não significa que conseguiram torná-lo memorável.

O NCT DREAM é, talvez, uma das units mais queridas do NCT. O septeto da SM Entertainment reúne os membros mais jovens do grupo e debutou lá em 2016, quando estes tinham entre 14 e 17 anos.


Acompanhar o NCT DREAM é, de certa forma, revitalizador, pois desde o início tivemos acesso à sua juventude e pudemos acompanhar o grupo crescendo e se desenvolvendo na indústria do k-pop.



Capa do disco "Hot Sauce", do grupo de k-pop NCT DREAM.
Capa do álbum "Hot Sauce".

No dia 10 de maio, o grupo teve o lançamento do primeiro full album de sua carreira. Essa notícia, acompanhada de imagens promocionais de tirar o fôlego, revelaram que o NCT DREAM estava pronto para mais um comeback lendário, assim como todos os outros. Era de se esperar uma faixa-título digna de tornar-se um hit e b-sides quase tão boas quanto a faixa principal.


Além disso, o retorno do membro Mark, que até então havia deixado o grupo por ter completado a idade adulta (uma das regras para estar nessa unit era ser menor de idade, de acordo com a idade coreana), foi essencial para criar uma expectativa a mais em relação a esse momento.


Porém, não foi bem isso que aconteceu e muitas dessas expectativas caíram por terra.


Desde seu debut, o NCT DREAM fixou-se numa base muito sólida, atingindo níveis muito altos de qualidade a cada lançamento. E o efeito disso é expresso em alguns momentos importantes de sua trajetória, como por exemplo em 2019 quando o grupo entrou para a lista dos 10 melhores vendedores físicos da Coreia do Sul com o lançamento do mini álbum We Boom, ou também ganhou o Bonsang durante o 29º Seoul Music Awards, dentro da categoria 'Top 12 artistas do ano' em 2020.


Grupo de k-pop NCT DREAM em foto para o seu álbum Hot Sauce.
© SM Entertainment

Seja nos conceitos fofos ou até nos mais maduros, o septeto foi capaz de se comprometer profundamente com a mensagem que queria passar. E claro, isso fez com que o grupo atraísse muitos fãs, encantados com a simpatia e as habilidades inegáveis dos membros, além da identificação causada por essa narrativa de crescimento e passagem da adolescência para a vida adulta.


No entanto, ao abraçarem a proposta de um full album, o NCT DREAM acabou escorregando em sua própria tentativa de inovar.


Com um conceito forte em cores e batidas de hip-hop, notamos que o grupo finalmente alcançou certo conforto e estabilidade em seu próprio trabalho, demonstrando toda a maturidade que alcançaram nos últimos anos. Mas isso não significa que conseguiram tornar esse álbum memorável.


A faixa título Hot Sauce peca ao não ter um refrão claro e se apoiar muito em vozes eletrônicas e batidas que pouco se comunicam com o potencial que os trechos de rap e os vocais tinham para tornar a música um verdadeiro hit.



Faixas como Diggity e Rocket, a princípio, dão a sensação de que vão levantar os ânimos de qualquer um que as escutar. Porém, a expectativa que a música leva o ouvinte a ter não é exatamente correspondida, pois as músicas não evoluem e acabam ficando repetitivas.


Em contrapartida, quando ouvimos Rainbow, My Youth e Be There for You, notamos uma carga emocional mais explícita. Na primeira, o grupo saúda a sua própria união e tudo que conquistaram juntos até então. Na segunda, notamos certo romantismo, quando lembram de seus tempos mais jovens e os associam aos amores dessa fase, que marcam essa etapa da vida repleta de mudanças. E finalmente, a última é um tipo de balada romântica, com um desenvolvimento vocal impecável. Certamente as melhores de todo o álbum.


ANL e Irreplaceable compartilham com o ouvinte uma certa sensibilidade, relembrando até faixas de trabalhos anteriores, como Beautiful Time, do mini álbum We Go Up e 7 Days, do EP Reload. No entanto, não se destacam no montante.


O álbum está longe de ser ruim, afinal ainda temos muito o que elogiar das habilidades de rap e vocais do grupo, além da capacidade de serem versáteis. No álbum tivemos um pouco de tudo: faixas ousadas, com bastante peso e atitude, outras mais suaves e até românticas.


No entanto, essa mistura de estilos não fez grande diferença, uma vez que as faixas não causaram tanta emoção, não foram capazes de levantar o astral de quem tanto esperava mais uma experiência completa de apreciação, conforto e felicidade com as músicas do NCT DREAM.

Nota: 6/10

Melhores faixas: Rainbow e My Youth


Estamos ouvindo!

LEIA TAMBÉM

SIGA-NOS NO INSTAGRAM!