• Bárbara Bigas

SDTK Entrevista: 9 perguntas com JEREMIAS

Um pouco pop, muito disco e minimalista até demais. É assim que JEREMIAS se consolida no mundo com sua música, sendo mais uma das grandes promessas da música alemã na atualidade. A originalidade de seu som se alia a uma capacidade impecável em transformar uma ideia simples naquela melodia que não vai desgrudar da sua cabeça e não vai sair do seu player de música.


Em um texto anterior, a Sidetrack apresentou com maior profundidade a banda e alguns de seus trabalhos. Leia clicando no link abaixo.


+ Conheça: JEREMIAS, recém-chegados da cena alternativa alemã



© Lucio Vignolo

O grupo, formado por 4 amigos da cidade de Hannover, na Alemanha, conversou um pouco com a Sidetrack sobre o EP alma (nosso queridinho), sobre seus novos trabalhos e a perspectiva de expansão e crescimento de seu trabalho musical. Confira!


SDTK: alma é um EP inspirador. Ao mesmo tempo que ele te faz dançar e cantar alegremente, ele também te faz refletir. No dia a dia de vocês como amigos, colegas de trabalho e até individualmente, vocês também vivem essa dualidade?

JEREMIAS: Sim, completamente. A vida basicamente se consiste dessas muitas dualidades, e é exatamente essa variação entre bem e mal, luz e escuridão, sol e chuva que é a base da nossa inspiração.


SDTK: Diante dos vários shows que vocês têm feito, como tem sido a experiência com os fãs locais e internacionais?

JEREMIAS: Através de bésame mucho, um cover em espanhol, nós pudemos alcançar pessoas em todo o mundo pela primeira vez. Elas também encontraram nossas músicas alemãs - é muito bom ver que, ao contrário de outras bandas, somos capazes de quebrar barreiras, apesar da língua.

SDTK: Vocês demonstram, através das letras intimistas de suas faixas, que são muito ligados no cotidiano e nas coisas que criam relações entre as pessoas. Existe alguma situação específica que despertou o interesse em inserir na música esses pensamentos e percepções cotidianas?

JEREMIAS: Sim, especialmente no ep “alma”, que é principalmente sobre o fim de um relacionamento de longa data. Os estágios da dor associados a isso foram nossa principal fonte de inspiração.

SDTK: Vocês pensam em ações ou colaborações para expandir suas músicas ao mundo? Se sim, acreditam que a “barreira” do idioma pode ser quebrada?

JEREMIAS: Sim! Nós estivemos em Cologne recentemente e fizemos uma colaboração com um artista internacional pela primeira vez. Embora ainda em alemão, isso é possível, e nós estamos definitivamente com a mente aberta para misturar letras em alemão, inglês e espanhol.

SDTK: Podemos esperar novos singles ou até novos EPs depois do lançamento de hdl?

JEREMIAS: Simmm, muito, muito em breve!*


*Após essa entrevista, a banda já lançou o single mio. Clique aqui para escutá-lo!


SDTK: hdl é uma música muito amável! Sobre o que se trata essa música e como vocês acham que ela representa a identidade da banda?


JEREMIAS: hdl lida com o impulso juvenil e o desejo de mudança no futuro. Musicalmente ainda é disco, funk e minimalista, uma música que se mantém fiel ao nosso som.



SDTK: Contem pra gente: como cada um de vocês introduziu a música em suas vidas e o que os levou a querer formar uma banda?

JEREMIAS: Todos nós tivemos diferentes aproximações com a música, principalmente através de nossas famílias. Um de nós começou através de um coral para garotos, outro por meio de uma banda de metal. Olli e Jere se conheceram numa festa de aniversário e decidiram fazer música juntos. Ben e Jonas foram procurados por ambos.


SDTK: Que tipo de música vocês mais gostam de escutar? Tem alguma banda ou artista solo que vocês têm ouvido com mais frequência nos últimos tempos?

JEREMIAS: Sim! "Parcels” e “Men I Trust” são grandes inspirações. Nós também gostamos do Tom Misch.


SDTK: Vocês conhecem o Brasil? Ficaram surpresos ao saber que existem fãs e ouvintes por aqui?

JEREMIAS: A mãe do Jeremias veio do Paraguai, então ele esteve com frequência em São Paulo e no Rio de Janeiro para trocar de avião, mas nenhum de nós teve uma longa estadia no país. Estamos muito felizes de poder tocar as pessoas com a nossa música, mesmo que seja além da Alemanha.

Ouça agora a discografia completa de JEREMIAS:



Estamos ouvindo!

LEIA TAMBÉM